Moda, livros e rock 'n roll

Você veste o quê? julho 13, 2012

Filed under: Uncategorized — Mariana Watanabe @ 4:44 am

São tantas as coisas que me motivam a escrever este texto que mal sei por onde começar. Talvez eu não devesse ficar tanto tempo sem escrever sobre moda. Dessa forma, um texto não ficaria tão confuso e cheio de coisas a serem ditas em um espaço tão pequeno.

Isso que começo a escrever começou a tomar verdadeiro corpo depois de ouvir, enquanto caminhava pela 25 de março e comprava bijuterias, uma moça dizer que depois que andava pela 25, não tinha mais vontade de usar nada, porque tudo era “de pobre”.

Foto minha.

Isso me incomodou, é claro, pela “pobrefobia”, mas me fez pensar sobre o que as pessoas vestem e porque vestem o que vestem.

Sei da ideia do fetiche que uma marca exerce, ela já foi muito bem exposta por diversos autores. Então, assim como a moça que me fez pensar nisso tudo não quer usar um anel de bigode com risco de ser confundido com uma bijuteria da 25 de março, muitas outras meninas usam a sandália de plástico da Prada, mas não usam a Melissa. Acho curioso como isso transita nas diversas classes econômicas, como quando esses tempos, vi muitas meninas dizendo que deixariam de usar certos modelos de Melissa porque a Grendene teria lançado esse mesmo modelo na Zaxy, uma marca mais barata e isso faria a Melissa perder todo o seu glamour por causa da acessibilidade.

Imagem: weheartit.com

É como se fôssemos mais legais por usar a roupa da marca em alta. As Abercrombies da vida conseguem expressar isso muito bem. As roupas não são belas, mas dizem exatamente o exército de que se faz parte.

Podemos estender a ideia das marcas para as “tendencinhas”: para estar in, tenho que estar com a saia mullet, sneakers de salto, colar de golinha, batom vinho ou qualquer outra dessas coisas que a gente já está até com fadiga de ver por aí.

Imagem: weheartit.com

E, com tudo isso, percebo um vestir bastante identitário. As fashionistas, as riquinhas, os playboys, os badabauês, etc, etc, etc, se agarram às suas fardas e saem por aí tranquilos, porque a aceitação está garantida quando não há permissão ao erro.

O que me incomoda nisso é que acredito numa moda sentida, experimentada, vivida, criada, gostada e singular. E o manual, nessas horas, como já disse aqui, serve muito mais para ser fugido do que para ser seguido. Afinal, as Melissas, os tênis de salto, as saias mullets, a Abercrombie vão passar. E você, vai passar com eles?

Imagem: weheartit.com

Anúncios
 

One Response to “Você veste o quê?”

  1. xu Says:

    identidades já são efêmeras. as que acompanham meios de consumo são mais ainda, visto a velocidade de substituição dos produtos, subjetivos ou não. é uma identidade tão frágil e superficial! isso é meio doentio, medo


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s