Moda, livros e rock 'n roll

Desses incômodos internéticos: Os famigerados vídeos de “comprinhas”. setembro 25, 2012

Filed under: Uncategorized — Mariana Watanabe @ 2:14 pm

Esse post nasce num momento bastante incômodo, o que de certa forma pode até contribuir para que ele seja um bom texto. Espero que assim seja…

Acabo de assistir um vídeo de comprinhas de uma blogger de tamanho médio. E me senti estranha quando percebi que, em um mês, ela havia gasto mais do que três mil reais(!) somente em roupas. Isso sem contar os gastos que ela certamente teve com maquiagens, cosméticos, viagens e outras coisas.

E foi então que me peguei pensando: Quando é que essas garotas vão perceber que elas SÃO formadoras de opinião? Que quando elas fazem um vídeo mostrando que gastam muitos dinheiros em um mês de compras começam a trabalhar com a idéia de que isso é algo absolutamente normal? E que, simplesmente vão ter garotas que não podem gastar tanto e que começam a se sentir inferiores, pobrinhas, porque se não podem gastar tanto, não podem gostar de moda, porque nunca vão ter um guarda-roupa lotado e seguimos na seqüência de pensamentos que um vídeo desse pode gerar…

Acho engraçado quando vejo vídeos desse tipo, porque as garotas estão sempre querendo justificar cada uma das compras. “Mas, olhem, eu comprei essa saia-lilás-com-paetês porque estava há muito tempo procurando uma saia-lilás-com-paetês e achei que valia a pena pelo módico precinho de 240 reais”… “É que eu precisava muito de um sneaker da Arezzo, porque é essencial no guarda-roupa de toda mulher hoje em dia”…

Se paramos para olhar blogs de moda (que, no contexto brasileiro, são muito mais blogs de consumo) começamos a perceber que esse é quase que um comportamento padrão das blogueiras: mostrar que consomem horrores. São raríssimos os blogs que pensam um consumir moda de forma mais consciente.

Acredito em moda-investimento, em um guarda-roupa enxuto com diversas possibilidades. Porque de que adianta ter aquela roupa linda que você só pode fazer uma única combinação? Ela vai ficar lá, paradinha, sem uso. Vai ter servido para mostrar no vídeo de comprinhas e só.

Espero que as pessoas um dia parem de achar que gostar de moda é necessariamente sair consumindo roupas como se não houvesse amanhã. Isso é gostar de comprar. Moda (pelo menos para mim) é outra coisa.

Esse vídeo fala bastante de outras formas de consumir moda, para além da tendência e dos gastos desenfreados. Vale muito a pena assistir: